Yussef Ali Abdouni - Doctoralia.com.br
Especialista em mãos

Artigos

 

As falanges, nome dado aos ossos dos dedos, estão a todo o momento sujeitas a batidas, torções, pancadas, etc. Esses traumas podem causar problemas como a fratura dos dedos ou fratura das falanges, gerando dor, incômodo e a impossibilidade de movimentar a mão completamente enquanto o dedo estiver lesionado.

Sintomas e Causas

As fraturas das falanges são problemas que acometem os dedos e são facilmente identificados por sintomas como dor e inchaço no dedo inchado, deformidade e limitação de movimentos. Esse tipo de fratura acontece frequentemente em acidentes domésticos.

É importante ressaltar que existem alguns tipos diferentes de fraturas, sendo que as mais simples poderão ser tratadas apenas com a imobilização da região. Já nas mais complexas – quando as articulações são afetadas – o paciente tem que passar por uma cirurgia de correção: um procedimento mais complexo, e que precisa ser realizado por um médico com experiência.

Quedas no chão (quando o paciente tenta segurar o corpo antes de cair); trombadas em paredes ou portas; práticas esportivas nas quais acontece algum acidente (mais comum em esportes de choque, como futebol e lutas, por exemplo); ou, até mesmo, a queda de objetos sobre as mãos são alguns dos exemplos mais simples de acidentes que podem gerar uma fratura das falanges das mãos.

Tratamento

O procedimento para tratar de uma fratura dos dedos é bastante simples. O primeiro passo é encaminhar o paciente, sem mexer na região afetada, para um ortopedista especialista em mão. No consultório o médico examinará a região, realizando o chamado exame físico, e deverá pedir exames de imagem, como um raio-x simples, para ter certeza do grau da lesão, além de identificar se é necessário ou não fazer um procedimento cirúrgico.

De posse desses exames o médico responsável poderá tomar duas atitudes: a primeira é receitar remédios analgésicos e anti-inflamatórios com o objetivo de diminuir a dor gerada pela fratura das falanges. Na sequência, ele trabalhará com gesso e talas (também chamadas de órteses) para imobilizar a região e deixar que a fratura se consolide naturalmente.

Entretanto, em casos nos quais os exames de imagem indiquem problemas mais graves, é possível que o médico tenha que fazer uma intervenção cirúrgica, principalmente se a fratura afetou alguma articulação ou se o desvio foi muito complexo. Nos casos de cirurgia são utilizados fios de aço e micro parafusos para garantir a fixação dos ossos em seus respectivos lugares e evitar que eles possam ficar com a mobilidade comprometida.

Após a cirurgia, há a recomendação para evitar fazer qualquer esforço naquela região, utilizando-se, muitas vezes, órteses para proteger a região evitando o deslocamento dos fragmentos fixados (perda da redução). Assim que possível, inicia-se o programa de reabilitação, sob supervisão de um profissional capacitado, para a plena recuperação funcional.

Outras Informações

Os médicos ortopedistas recomendam repouso absoluto para que a cicatrização não seja comprometida durante o tratamento de uma fratura das falanges. É imperativo respeitar o período pedido pelo médico e evitar fazer esforços desnecessários no local.

Após o período de imobilização, dependendo do grau da lesão, é provável que seja necessário fazer algumas sessões de fisioterapia ou terapia ocupacional para recuperar os movimentos naturais e poder ter uma rotina comum. Não é preciso dizer que seguir as etapas de recuperação é fundamental para que não existam sequelas.

Outra dica importante é a de, em caso de traumas na região ou suspeitas de fratura (como fraturas na mão e punho, ou fraturas nos dedos), evitar mexer na região para “colocar no lugar” além de, claro, não se automedicar.

Consultar um médico o quanto antes pode evitar que o dedo fraturado comece a inchar ou a calcificar de maneira errada, o que pode gerar um problema ainda maior e a necessidade de um procedimento cirúrgico para corrigir, primeiro a cicatrização errada e depois o ajuste correto dos ossos.

Consultório Tatuapé

Rua Apucarana, 1312
Tatuapé - São Paulo - SP
CEP: 03311-002

Tel: (11) 2615-2787

Veja o mapa

Consultório Bela Vista

Rua Adma Jafet, 91
4º andar - Bloco E
Bela Vista - São Paulo, SP
CEP: 01308-050

Agendamento pelo Whatsapp: (11) 98388-1465

Veja o mapa